Política de Privacidade

A Normas Brasil, pela natureza dos serviços prestados recolhe e, em alguns casos, revela informações sobre os usuários e visitantes de seu site. Estas Políticas de Privacidade descrevem a informação que a Normas Brasil coleta sobre seus usuários e visitantes e o que pode ser feito, com a finalidade de demonstrar absoluta transparência quanto a este importante assunto. Ao cadastrar-se e/ou navegar pelo site da Normas Brasil, o usuário e/ou o visitante consente tacitamente a utilização de sua informação pessoal de acordo com as políticas a seguir.

Com estas Políticas, a Normas Brasil quer demonstrar que a privacidade da informação dos usuários é muito importante e, por isso, toma precauções e cautelas para resguardar toda a informação, utilizando os mecanismos de segurança em informática mais completos e eficazes.

Atividades de Seus Utilizadores

A Normas Brasil coleta e armazena automaticamente algumas informações sobre a atividade dos utilizadores e visitantes de seu site. Tal informação pode incluir a URL de onde eles provêm (seja ela da própria Normas Brasil ou não), a que URL acederam em seguida (seja ela da própria Normas Brasil ou não), o navegador que estão a utilizar e seus IPs de acesso, as páginas visitadas, as buscas realizadas, os anúncios visitados os contatos realizados, dentre outras informações poderão ser armazenadas e retidas.

A Normas Brasil poderá coletar e armazenar Informação Pessoal, a incluir endereços de e-mails, caso os utilizadores (ou terceiros) enviem correspondências (sejam e-mails ou cartas) sobre as atividades ou sobre as mensagens de outros utilizadores do site.

Confidencialidade da informação

Uma vez registrado em seu web site, a Normas Brasil não venderá, alugará ou compartilhará a Informação Pessoal, exceto nas formas estabelecidas nestas políticas. Será feito tudo o que estiver ao alcance no sentido de proteger a privacidade da informação. Pode ocorrer que, em virtude de ordens judiciais, ou de disposições legais, a Normas Brasil seja compelida a revelar informação às autoridades ou terceiras partes sob certas circunstâncias, ou em casos em que terceiros possam interceptar a informação ou transmitir dados, caso este em que a Normas Brasil não responderá pela informação que seja revelada.

Ordem de autoridades competentes - Requerimentos Legais

A Normas Brasil coopera com as autoridades competentes e com terceiros para garantir o cumprimento das leis, por exemplo, em matéria de proteção de direitos de propriedade industrial e intelectual, prevenção de fraudes e outros.

Normas Brasil poderá revelar a informação pessoal de seus utilizadores sob requerimento de autoridades judiciais ou governamentais competentes para fins de investigações conduzidas por estas, mesmo que não exista uma ordem judicial, por exemplo (e sem limitar-se a), quando se trate de investigações de caráter penal ou relacionadas com pirataria informática ou a violação de direitos de autor. Nestas situações, a Normas Brasil colaborará com as autoridades competentes com o fim de salvaguardar a integridade e a segurança da Comunidade e de seus utilizadores, ressalvadas hipóteses de sigilo da informação determinadas pela legislação em vigor.

A Normas Brasil pode (autorizado expressamente pelos utilizadores) comunicar qualquer Informação Pessoal sobre seus utilizadores com a finalidade de cumprir a lei aplicável e cooperar com as autoridades competentes na medida em que discricionariamente entenda necessário e adequado em relação a qualquer investigação de um ilícito, infração de direitos de propriedade industrial ou intelectual, ou outra atividade que seja ilegal ou que possa expor a Normas Brasil ou seus utilizadores a qualquer responsabilidade legal. Este direito será exercido pela Normas Brasil a fim de cooperar com o cumprimento e execução da lei, independentemente de existir ou não uma ordem judicial ou administrativa para tanto.

Além disso, a Normas Brasil se reserva o direito (ao ser expressamente autorizado para tanto) de comunicar informação sobre seus utilizadores a outros utilizadores, entidades ou terceiros quando haja motivos suficientes para considerar que a atividade de um utilizador seja suspeita de tentar ou de cometer um delito ou tentar prejudicar a outras pessoas. Este direito será utilizado pela Normas Brasil a seu inteiro dispor quando considere apropriado ou necessário para manter a integridade e a segurança da Comunidade e de seus utilizadores, para fazer cumprir as políticas do site e com o fito de cooperar com a execução e cumprimento da lei. Este direito será exercido pela Normas Brasil independentemente de existir uma ordem judicial ou administrativa nesse sentido.

Segurança e Armazenamento da informação

A Normas Brasil está obrigada a observar todas as normas aplicáveis em matéria de medidas de segurança de informação pessoal. Além disso, emprega os padrões mais avançados da indústria em matéria de proteção da confidencialidade das informações pessoais, a incluir, entre outras medidas, firewalls e Secure Socket Layers ("SSL"). A Normas Brasil considera os dados de seus utilizadores como um bem precioso que deve ser protegido de qualquer perda ou acesso não autorizado. Emprega, portanto, diversas técnicas de segurança para proteger tais dados de acessos não autorizados por utilizadores de dentro ou fora da empresa. Ainda assim, é necessário considerar que a segurança perfeita não existe na internet.

Portanto, a Normas Brasil não será responsável por interceptações ilegais ou violação de seus sistemas ou bases de dados por parte de pessoas não autorizadas. Tampouco se responsabilizará pela indevida utilização da informação obtida por esses meios.

 

www.normasbrasil.com.br - Seu portal de normas e legislação brasileira